Como escolher o cão com o perfil do tutor

Como escolher o cão com o perfil do tutor

Escolher o cão com o perfil do tutor é importante, mas muita gente não se preocupa com isso. Acham uma raça bonita e adquirem um cão, depois acabam percebendo que a química entre o cão e o tutor não está funcionando. E que o cãozinho está infeliz já que o tutor não consegue proporcionar tudo o que o peludo precisa. É importante levar em conta o seu estilo de vida, sua experiência com cães e principalmente qual o seu nível de energia. Já que cães e pessoas costumam ter níveis de energia e disposição para exercícios que variam. Perfil do tutor: Pessoas que passam o dia fora Quem trabalha muito, chega em casa cansado e quer ter um cãozinho para ter uma companhia carinhosa, mas não vai conseguir proporcionar muito tempo nem muita disposição para atividades físicas. Precisa encontrar um cãozinho que tenha um perfil parecido, ou o peludo vai sofrer muito com a ausência do tutor e falta de atividades. Raças como Lhasa Apso, Shih Tzu, Basset Hound e Chow Chow são mais independentes e podem sofrer menos. Perfil do tutor: Pessoas preguiçosas Para as pessoas mais preguiçosas que amam cães, mas sabem que não vão conseguir passear por muito tempo ou levar o cão para várias atividades. Essas pessoas precisam de cães com energia mais baixa, ou que não precisem de passeios tão longos. Optar por raças como Basset Hound e Lhasa Apso é uma boa ideia. São cães com energia mais baixa e se satisfazem com caminhadas tranquilas e brincadeiras em casa. Podendo ser ideais para quem é mais sedentário. Perfil do tutor: Pessoas ativas Para as pessoas que são muito ativas ou atléticas e querem um cão que as acompanhe nessas atividades, o ideal é que verifique sua experiência com a criação de cães. Algumas raças muito enérgicas são recomendadas para atletas, mas precisam de muito adestramento e o ideal é que você já tenha experiência com cães para tê-las. Quem prefere as raças de pequeno e médio porte ou não tem experiência com criação de cães, pode optar por Cavalier King Charles Spaniel, Beagle, Boston Terrier, Fox Terrier. Quem é muito ativo e gosta de fazer muitos exercícios, está disposto a adestrar e levar o cão para gastar muita energia todos os dias, essas pessoas podem optar pelas raças mais enérgicas: Golden Retriever e Labrador, Border Collie, Pitbull e Whippet. Perfil do tutor: Pessoas Idosas Os idosos tem níveis de energia diferentes. Existem idosos que correm maratonas e idosos que fazem leves caminhadas e preferem ter dias mais tranquilos. As pessoas são diferentes umas das outras e por isso é preciso que o idoso entenda seu perfil antes. Para os idosos mais tranquilos escolher o cão mais calmo é o melhor, Basset Hound pode ser ideal, Yorkshire e Maltês também são uma boa ideia. Perfil do tutor: Crianças Quem tem crianças em casa deve avaliar o tamanho da criança e escolher o cão com o perfil do adulto, mas que também seja bem tolerante com brincadeiras. O Cavalier King Charles Spaniel pode ser ideal, adoram crianças e gostam muito de brincar. Os cães maiores são bem tolerantes e até protetores em relação a crianças. Mas é preciso lembrar que as crianças não são tutores de cães. O tutor é o adulto que deve se responsabilizar pelo cão. O ideal é adestrar cães, principalmente os que vão conviver com crianças. Fonte: https://webcachorros.com.br/

Pets no tratamento contra depressão e ansiedade

Pets no tratamento contra depressão e ansiedade

O Setembro Amarelo é um movimento mundial de conscientização contra a depressão e o suicídio. Ele segue a data de 10 de setembro, Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, instituído em 2003 pela Organização Mundial de Saúde. No Brasil o movimento só ganhou força em 2015, com a criação da campanha Setembro Amarelo. Ter um bichinho reduz os pensamentos negativos e faz o paciente se importar novamente com a vida, desta forma, os animais de estimação são mais do que meras companhias peludas. Eles podem ser cruciais para a melhora da saúde, como no caso de quem tem depressão. A presença do bichinho se torna muito importante, pois traz estímulo para o dono seguir em frente e superar o mau momento. A depressão , também chamada de Transtorno Depressivo Maior, é um distúrbio mental caracterizado pela perda ou diminuição do interesse pelas atividades e prazeres da vida, prejudicando significativamente o dia a dia. Esse problema gera angústia e letargia profunda, muitas vezes sem motivo aparente. É causado pelo desequilíbrio na bioquímica cerebral, como diminuição da oferta serotonina, neurotransmissor ligado à sensação de bem-estar. Como os animais ajudam na depressão Os pets auxiliam em diversos problemas de saúde, e um deles é a possibilidade de curar ou, pelo menos, reduzir a depressão. Eles têm a capacidade de reduzir os pensamentos negativos. O amor incondicional e puro que os animais expressam pelo dono é muito genuíno, por isso eles são ótimas companhias em um momento complicado da vida. Estar perto deles faz passar todo o estresse, tristeza, angústia e solidão. A responsabilidade de cuidar de um ser vivo dá às pessoas com depressão a oportunidade de interagir, se sentir importante e ter com quem se importar. A rotina de cuidados: alimentação, banho, carinho , gera incentivos para continuar vivendo. Além disso, os bichinhos precisam brincar e se exercitar, sendo um estímulo para os donos também praticarem atividade física e estimularem sua mente. Exercícios liberam endorfinas no cérebro que aliviam os sintomas da depressão, tudo ficam muito melhor quando se tem companhia.   Fonte: https://canaldopet.ig.com.br/

Nomes para gatos

Nomes para gatos

Não há alegria maior quando se compra ou adota um novo gatinho, escolher um belo nome para o novo membro da família. Entretanto, dentre os inúmeros nomes para gatos que existem por aí, quando ainda não se tem um na cabeça, escolher um realmente pode ser uma tarefa árdua. Como dar nomes para gatos Sempre há a opção de dar ao gatinho nomes mais conhecidos como os nomes de gatos de desenhos animados famosos. Por exemplo, nomes como Tom, do desenho animado Tom & Jerry; Garfield do consagrado Jim Davis; o atrapalhado Frajola dos Looney Tunes ou até outros desenhos animados mais antigos, como Félix e o fofinho Mingau da Turma da Mônica. Nesse sentido, há também quem dê nomes para gatos com base nos próprios interesses ou hobbies. Então, para facilitar a vida de quem acabou de agregar um lindo bichano como novo membro da família, e ainda não lhe deu um nome ou está com dificuldades para achar um que seja a cara do seu gato, disponibilizamos algumas ideias com os melhores nomes para gatos do mundo, divididos em categorias. Veja alguns exemplos: Nomes de gatos pretos Procurar nomes de gatos pretos para batizar seu bichinho, pode lhe abrir um leque de opções: Cacau Oreo Café Alcatrão Sete Vidas Treze Black Sombra Fumaça Coca-Cola Nomes de gatos macho Se o bichano é um gato macho, saiba que esses nomes são os mais populares. Assim, o que não faltam são nomes para dar a ele. Veja algumas ideias bem originais: Mustafá Poker Ringo Tyrion Lancelote Parmesão Romeu Adonis Felpudo Percival Bento Augusto Samuca Sandoval Atílio Nomes para gatas Caso o seu animalzinho seja uma gatinha, não se preocupe. Existem também variações bem divertidas de nomes para gatos fêmeas. Dê uma olhada: Bambina Lindinha Preguiça Deusa Coraline Branca Clara Elza Olga Fiona Isis Jujuba Mia Roxy Sandy Por fim, essas são só algumas opções de nomes, pois além das divisões criadas aqui, existem outras muitas que podem ser exploradas para nomes de gatos. Como por exemplo, filmes de terror, músicas, desenhos, bebidas, nomes de flores, elementos da natureza, continentes, países, estados entre muitas outras. O importante é casar o nome certo com a personalidade do seu bichano e se sentir feliz com nome que deu a ele. Pois, depois de um tempo, você irá perceber como seu gatinho já atenderá pelo nome escolhido. Tanto na hora de chamar para comer, para brincar ou até na hora de levar uma bronca. Fonte: vidanimal.com.br  

Maneki Neko: o gato da sorte japonês

Maneki Neko: o gato da sorte japonês

Talvez você tenha notado que em algumas lojas japonesas existe a figura de um mascote! Nihon é um gato com uma pata no ar, acenando para os visitantes. No Japão ele é conhecido como o maneki neko (招き猫), o gato da sorte japonês, e possui uma longa história.  Os vários tipos de Maneki Neko O Maneki neko pode ser encontrado na maioria das lojas e lares japoneses. Em geral ele está com uma pata no ar, com a palma para baixo, como se cavasse. Para visitantes de países ocidentais, pode parecer que ele está acenando, mas no Japão este gesto significa chamar, convidar alguém. É assim que um professor chama um aluno ou uma mãe chama um filho, por exemplo. A crença mais comum é de que a pata esquerda levantada convida clientes a visitarem a loja ou amigos a visitarem a casa, enquanto a pata direita levantada convida a sorte e o dinheiro. Alguns argumentam que na verdade é o contrário, ou que a pata esquerda traz dinheiro enquanto a pata direita o protege. De qualquer forma, concorda-se que quanto mais alto pata está, mais sorte traz. O gato da sorte japonês mais popular é o com a pelagem “calico”, que representa a sorte. Em seguida é o branco (felicidade e pureza), preto (proteção contra maus espíritos) e dourado (dinheiro). Verde e azul é para sucesso acadêmico e rosa é para o amor. Muitas vezes os gatos estão segurando grandes moedas de ouro chamadas koban (小判). Estas moedas eram usadas no período Edo, quando o Japão usava ryō (両) ao invés do iene. Normalmente os maneki neko seguram uma moeda que vale milhões de ryō, simbolizando a boa sorte. Algumas pessoas deixam moedas com os maneki nekos, da mesma forma como outras jogam moedas em fontes e poços. Mas porquê um gato? De onde ele veio? Sua origem e significado variam de acordo com a pessoa que você pergunta. A crença mais comum é de que ele surgiu em Tokyo durante e Era Edo, por volta de 1850. Uma superstição antiga da época dizia que um gato lavando o rosto significa que uma visita está chegando. O espírito do Maneki Neko O Maneki neko é um bom símbolo para estrangeiros no Japão. Assim como o maneki neko levanta sua pata para convidar clientes a visitarem casas e lojas, o Japão faz o mesmo para turistas que queiram visitar seus cidades, escolas, templos e outros pontos turísticos.   Fonte: Maneki neko: aprenda mais sobre o gato da sorte japonês! (gogonihon.com)  

Como dar nome para cachorros

Como dar nome para cachorros

Quem tem cachorro sabe que ter um bichinho é como ter um filho. É ele que você vai chamar o tempo todo, conversar e até brigar quando mais um sandália de tira for para o céu dos chinelos… Por isso, é importante que se pense muito bem antes de escolher o nome do seu cachorro. Separamos algumas dicas para te ajudar a escolher nomes para cachorros: Como dar nome para cachorros: Prefira nomes curtos e de fácil pronúncia O ideal é que seja um nome curto e de fácil pronúncia, pois assim o animal pode memorizar e reconhecer com mais naturalidade. Um nome mais fácil também evita que você se enrole na hora de falar. “Ermenegildoooo, larga minha meia!” Até terminar de falar e o danado entender que é com ele, mais uma meia já vai ter ido embora. Como dar nome para cachorros: Evite nomes que rimem com comandos ou outros nomes da casa Evite nomes que se pareçam com comandos ou sejam parecidos com o nome ou apelido de outras pessoas da casa. Quando o pet é chamado, a intenção é que ele fique alerta e o uso de palavras com sons próximos pode deixá-lo confuso. “Ela disse não ou João?!” “Ishi… é com a Aninha, com a Belinha ou comigo?” Pense na sonoridade e facilite a vida do seu pet, e a sua. Como dar nome para cachorros: Leve em conta personalidade e sentimentos É recomendável que o nome combine com a personalidade e características do animal. Por exemplo, Trovão não combina muito com um cachorro preguiçoso assim como provavelmente um rottweiller chamado Lulu seria alvo de latidas entre os colegas de petshop. Há quem goste dos nomes com sílabas iguais ou parecidas como Babi, Cacá e Lila. Essas opções, além de fáceis de serem memorizadas, também associam o animal a uma personalidade dócil. Porém, outros tutores preferem dar nomes engraçados a seus bichinhos, como Vodka, ou Bisteca. Também tem quem coloque nome de pessoas em animais. Alguns especialistas desaconselham uso de nomes de gente para que as pessoas não fiquem tentadas a humanizar demais o pet e esquecer que cães precisam ser tratados como cães, para terem umavida plena e feliz.   Independentemente da inspiração para o nome do seu pet, vale lembrar que o mais importante é o cuidado com que você o trata. A oferta de amor incondicional e cuidados são os maiores motivos para que carinho seja a recompensa do seu animalzinho.   Fonte: https://www.petlove.com.br